Temer cobra ministros para derrubar denúncia e aprovar reformas

Michel Temer: o governo estima ter 34 dos 66 votos na comissão (Adriano Machado/Reuters)

Na reunião de emergência convocada para a noite desta quarta-feira, 5, no Palácio do Planalto, com 22 ministros e representantes dos titulares de pastas que não estavam em Brasília, o presidente Michel Temer cobrou de todos que trabalhem junto às suas bancadas para garantir os votos para derrubar na Câmara a denúncia apresentada contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

“Agora é um momento em que todos têm de dar provas efetivas do seu engajamento”, cobrou o presidente, de forma enérgica, conforme relatou um dos ministros presentes.

Temer quer que todos mostrem ação para mostrar que o governo não está parado, como ele mesmo está tentando assegurar, ao embarcar para a Alemanha nesta quinta-feira, para a reunião do G-20. A reunião foi convocada no mesmo dia em que o presidente apresentou, no Congresso, sua defesa à denúncia de Janot.

Temer quer apoio não só político para derrubar a peça de acusação, mas também para garantir votações importantes, como a reforma trabalhista, que considera fundamental para dar um “fôlego político” ao seu governo.

Exame.com
09:05:22

De sua opinião


Notice: Undefined index: scheme in /home/content/a2pewpnas01_data02/58/3992858/html/wp-content/plugins/jetpack/sync/class.jetpack-sync-functions.php on line 210