Relatório da Volks confirma apoio à ditadura no Brasil

Um relatório encomendado pela Volkswagen confirmou nesta quinta-feira (14) que a montadora alemã colaborou com o regime militar (1964-1985) no Brasil.

Assinado pelo historiador alemão Christopher Kopper, o documento foi divulgado na fábrica da multinacional, em São Bernardo do Campo. O texto mostra o relacionamento entre a Volkswagen e o governo brasileiro durante a ditadura militar.

Em uma das passagens do relatório, cerca de seis trabalhadores da montadora foram presos, e pelo menos um torturado dentro da fábrica em São Bernardo, em 1972.

Ansa
10:10:54

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *