PSDB vai liberar deputados para votação no plenário

A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados vai liberar o voto dos 46 parlamentares da legenda na análise em plenário da admissibilidade da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva.

A avaliação do líder do partido, deputado Ricardo Tripoli (SP), é que a maioria se posicionará contra o governo. A decisão será oficializada após a votação da admissibilidade na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Câmara.

“O PSDB está dividido. Por isso, não há como fechar questão. Eu tenho convicção do meu voto pela admissibilidade da denúncia contra o presidente. Ninguém vai mudar minha convicção”, afirmou o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB-PB).

Estadão Conteúdo
10:00:02

De sua opinião