Preso morre após engolir celulares

Ele estava há uma semana com três aparelhos no corpo, mas só avisou ontem os funcionários do presídio sobre o fato; cirurgia para extração estava marcada

O sentenciado Carlos Augusto Ribeiro Arnaldo, de 26 anos, faleceu no Hospital Regional de Presidente Prudente. Ontem, 11, ele procurou o setor de enfermagem da Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes alegando que, no último dia 4, quando houve uma revista geral, teria engolido três aparelhos de telefone celulares com objetivo de burlar a vigilância e posteriormente expelir​-los. Depois de uma semana, o reeducando não obteve sucesso em seu plano e estava sentindo fortes dores em sua barriga. Ele foi encaminhado a Santa Casa local, onde foi realizado exame de raio x e constatado que realmente as informações prestadas eram verídicas – os três aparelhos foram localizados em seu estômago.

O sentenciado foi medicado com laxantes e retornou a unidade ficando em observação, porém mesmo com os medicamentos não conseguiu expelir os celulares. Sendo assim, no período da tarde, ele foi encaminhado ao Hospital Regional de Presidente Prudente, foi internado e hoje, 12, passaria por cirurgia para retirada dos aparelhos. Porém, por volta das 8h, o sentenciado solicitou ao agente que o acompanhava que precisava usar o banheiro; ao retornar, o reeducando caiu passando mal, vindo a falecer.

Todas as providências referentes ao ocorrido estão sendo tomadas, como exame necroscópico, informações a família e aos órgãos competentes. (Notícia da Assessoria de Imprensa da SAP) 

11:15:37

4 Comments

De sua opinião