Polícia encontra madeira sem documento de origem florestal em Dracena e Junqueirópolis

Fiscalização foi realizada nesta segunda-feira (24) (Foto: Polícia Ambiental/Cedida)

A Polícia Militar Ambiental realizou nesta segunda-feira (24) uma fiscalização em três locais que armazenavam madeira sem Documento de Origem Florestal (DOF), em Dracena e Junqueirópolis, e pertenciam ao mesmo dono. Em todos os endereços, os policiais encontraram irregularidades.

Conforme a corporação, no primeiro endereço, em Junqueirópolis, havia um pátio de madeira sem origem declarada, onde foi verificado o depósito de 1,9628 m3 de madeira nativa sem cobertura de DOF para o armazenamento, sendo elaborado o Auto de Infração Ambiental [AIA], modalidade advertência, por ter em depósito, sendo o material depositado no local.

Em continuidade efetuada diligência até o segundo estabelecimento, em que há uma madeireira e de posse do controle de estoque de madeiras atualizado, “foi observado não existir madeiras no local, sendo elaborado o AIA, com multa simples no valor de R$ 1.800,39, por vender 6,0013 m3 de madeira nativa sem documento de origem florestal”.

Já no terceiro endereço, em Dracena, de posse do controle de estoque atualizado, foi efetuado a devida mensuração, sendo constatado um déficit de de 27,1269 m3 de madeira nativa em comparação com o estoque emitido. Diante dos fatos foi elaborado o AIA, com multa simples de R$ 8.138,07, por vender madeira nativa sem DOF.

A Polícia Ambiental informou que todas as ocorrências serão apresentadas via ofício para a Delegacia de Polícia Civil dos municípios.

G1/Prudente
10:00:02

De sua opinião