Para os “esquerdas” e os “direitas” que só pensam naquilo

“Cansado e perplexo com tantas baboseiras e falsas justificativas pras atrocidades que ainda nos surpreendem todos os dias…

Os meninos não mataram porque o porte de arma é um projeto do atual governo. Os meninos não mataram porque jogavam jogos violentos.Os meninos não mataram porque a escola foi omissa. Os meninos não mataram porque sofreram Bullying…

Eles mataram porque as famílias estão desestruturadas e fracassadas, porque não se educa mais em casa, não se acompanha mais de perto, a tecnologia substitui o diálogo, presentes compram limites, direitos e deveres e não há o conhecimento e respeito a Deus.

Precisamos parar de nos omitir, de transferir culpas. A culpa é minha, é sua, de todos nós!
” A violência é o desdobramento de carências afetivas, da necessidade de ser visto e notado, ainda que da pior maneira”

As armas não matam, o que mata é a ausência de AMOR!!!

15:41:12

Toninho Moré
Toninho Moré, 61 anos. Jornalista, blogueiro, radialista, publicitário, fotógrafo, economista e escritor. Nascido em Presidente Venceslau. Editor da Revista Radar, produtor do Blog do Toninho, dono da Agência Moré Comunicação.

1 Comment

  1. É #FAKE que padre Fábio de Melo fez texto sobre massacre em Suzano dizendo que ‘armas não matam’
    Mensagem tem viralizado na web. Religioso diz em sua conta no Twitter que não é dele o texto que tem circulado.
    “O texto que está viralizado sobre o atentado em Suzano, cujo título é “O melhor texto que já li sobre o acontecimento de ontem”, não foi escrito por mim”, diz o padre, em seu perfil.
    No Twitter, ele deixa claro que fez um único texto sobre o massacre em Suzano. Nele, afirma que “o desamparo emocional alimenta uma desolação silenciosa”. “A partir dela a pessoa passa a nutrir ódio pelos que estão felizes.”

    https://g1.globo.com/fato-ou-fake/noticia/2019/03/15/e-fake-que-padre-fabio-de-melo-fez-texto-sobre-massacre-em-suzano-dizendo-que-armas-nao-matam.ghtml

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *