Operação Tiradentes segue até às 23h59 de domingo

A Polícia Militar Rodoviária iniciou hoje, à 0h, a Operação Tiradentes. Até às 23h59 de domingo, quando ocorre o término do procedimento, de acordo com órgão, a intenção é reduzir o número de mortes no trânsito. Assim como no Estado todo, as 11 rodovias que compreendem a região do oeste paulista fazem parte do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária, que buscam reduzir o índice de óbitos em 50% até 2020.

De acordo com o tenente Daniel Martins, para que os números atinjam a meta, é necessário que a consciência fale mais alto e que o respeito permaneça durante a viagem nas rodovias. “É preciso seguir as recomendações que são rotineiras e básicas, mas que geralmente são desrespeitadas. Usar cinto de segurança, não ultrapassar em locais não permitidos, usar cadeirinhas adequadas para as crianças, bem como revisar os carros antes de viajar, respeitar o limite de velocidade e, o principal de todos, não ingerir bebida alcoólica antes de dirigir”, orienta.

O tenente também explica que, assim como no último feriado, o fluxo na movimentação deve ser em torno de 40% maior que nos dias normais. Além disso, a intenção é salvar vidas e adotar medidas preventivas para que a intervenção policial não seja necessária.

Paixão de Cristo
A Polícia Militar Rodoviária ainda explica que, no último feriado, quando foi realizada a Operação Paixão de Cristo, no Estado, foram mais de 18 mil infrações aplicadas, além de outras 28 mil autuações pelas imagens de radares. Desta forma, a orientação é obedecer às leis de trânsito e seguir a viagem tranquila, desde a origem até o destino.

De acordo com a Cart (Concessionária Auto Raposo Tavares), em todo o corredor da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), principal via que compreende a região, foram registrados 12 acidentes. No comparativo com a operação realizada no feriado de Páscoa em 2016, quando foram catalogadas 13 ocorrências na estrada, houve redução de um caso.

O Imparcial
12:00:02

De sua opinião