No Rio, 15 crianças foram vítimas de bala perdida neste ano

Atingido por uma bala perdida no ombro, o bebê Caíque de Carvalho, de 6 meses, foi a décima quinta criança alvejada em 2018 na região metropolitana do Rio, onde houve em média 24 disparos por dia este ano, segundo o aplicativo Fogo Cruzado. Caíque foi atingido quando estava no colo da mãe, dentro de um colégio particular. O bebê foi submetido a uma cirurgia nesta terça-feira, 15, e está fora de perigo.

O pai do garoto, Carlos Figueiredo, desabou em uma rede social contra a violência no Estado.

“Nem na escola e no aconchegante colo da mãe nossos filhos estão livres do perigo”, escreveu Figueiredo. Caíque foi baleado quando estava em um ambiente supostamente seguro, o Colégio São Vicente de Paulo, escola particular no Cosme Velho, bairro da zona sul.

Estadão Conteúdo
10:45:58

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *