Doria admite ser vice de Alckmin e volta a defender aliança de centro

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), admitiu a possibilidade de ser candidato a vice-presidente da República em uma chapa encabeçada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em 2018. Em entrevista exibida na madrugada desta segunda-feira, 6, no programa Canal Livre, da TV Bandeirantes, o tucano declarou que “tudo é possível” e voltou a defender que só uma aliança partidária de centro encabeçada pelo PSDB seria capaz de derrotar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) no ano que vem.

Apesar de dizer que não se apresenta como candidato à eleição presidencial de 2018, Doria afirmou que está conversando sobre a disputa com Alckmin. “Hoje tudo é possível. No diálogo, tudo é possível, ainda mais com Geraldo Alckmin”, disse o prefeito, quando perguntado se aceitaria ser vice do governador. “Tem que ter o entendimento e sobre a mesa avaliar o que é melhor para o PSDB e o que é melhor para o Brasil.”

Folha de S. Paulo
09:30:02

1 Comment

  1. Ou seja: Tal qual em 2006, quando Serra deixou a prefeitura de São Paulo para concorrer ao Governo Estadual, o eleitor paulistano parece ter eleito um prefeito que fez da cidade um trampolim político, concorrendo à algo maior apenas dois anos após ter vencido as eleições…

    Ass: O Eldoradense

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *