Banqueiro paga fiança de R$ 90 milhões para sair da prisão

O banqueiro Eduardo Plass, preso na última sexta-feira sob a acusação de lavar R$ 90 milhões para uma joalheria que tinha como um dos clientes o ex-governador Sérgio Cabral (MDB), pagou nesta quarta-feira, a fiança de R$ 90,6 milhões estabelecida pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. Plass está autorizado a deixar a prisão, segundo confirmou a Justiça Federal.

O banqueiro, que foi presidente do Banco Pactual e é sócio majoritário do TAG Bank, no Panamá, e da gestora de recursos Opus, foi preso temporariamente na sexta-feira. Na terça, Bretas transformou a prisão em preventiva (que não tem data específica para acabar) e estipulou a fiança, paga nesta quarta.

Em.com.br
12:30:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *