Ataque na Síria

15 frases para entender a guerra diplomática após os 105 mísseis lançados contra a Síria

A premiê britânica Theresa May é esperada no parlamento para explicar a participação do Reino Unido no ataque a Damasco, na Síria. A ofensiva com EUA e França lançou mísseis após denunciarem o uso de armas químicas pelo governo de Bashar al-Assad. Assim como nos Estados Unidos, onde o presidente Donald Trump não consultou o Congresso para autorizar o ataque, Theresa May também não pediu aprovação do parlamento britânico, que estava em recesso. Isso gerou muitas críticas. A primeira-ministra insistiu que a decisão de atacar foi tomada dentro da legalidade.

G1
08:15:03

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *