Ataque a ônibus com crianças deixa dezenas de mortos no Iêmen

Dezenas de pessoas morreram ou ficaram feridas nesta quinta-feira (9) em um ataque contra um ônibus que transportava crianças no norte do Iêmen – anunciou a representação do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR) no país.

“Depois de um ataque esta manhã contra um ônibus que transportava crianças em um mercado de Dahyan no norte de Saada, um hospital apoiado pelo CICR recebeu dezenas de mortos e de feridos”, tuitou a organização.

“Segundo o Direito humanitário internacional, os civis devem estar protegidos durante os conflitos”, acrescentou o Comitê da Cruz Vermelha.

A representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Iêmen, Meritxell Relano, disse estar “preocupada com as primeiras informações sobre crianças mortas em Saada”.

“Nossas equipes estão verificando o número de pessoas mortas e de feridos. Crianças não devem ser tomadas como alvo”, frisou Meritxell, em publicação no Twitter.

O canal Al-Masirah dos rebeldes huthis, os quais controlam a zona onde se deu o ataque, afirmou que 39 pessoas morreram, e 51 ficaram feridas – “em sua maioria crianças”.

Segundo essa emissora de televisão, foi um ataque aéreo da coalizão sob comando da Arábia Saudita, a qual intervém no Iêmen em apoio às forças do governo reconhecido internacionalmente.

Nesta quinta, a coalizão mencionou uma “operação militar legítima”, em referência ao ataque no norte do país.

“O ataque que se registrou hoje na província de Saada é uma operação militar legítima contra elementos que (…) dispararam um míssil na direção da cidade (saudita) de Jizan, causando um morto e feridos entre os civis” na quarta-feira, justificou a coalizão.

AFP
11:30:53

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *