Artesp encontra irregularidades na Rodovia Raposo Tavares e notifica concessionária de multa de quase R$ 900 mil

Artesp fiscalizou trecho da Rodovia Raposo Tavares (SP-270) (Foto: Divulgação/Artesp)

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) iniciou processo de penalidade para aplicação de multa de até R$ 892 mil à Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) devido a irregularidades verificadas na Rodovia Raposo Tavares (SP-270) durante a operação “Blitz Olho Vivo” realizada nesta terça-feira (5). A ação especial de fiscalização ocorreu no trecho entre os municípios de Assis e Presidente Prudente, passando pelas cidades de Maracaí, Paraguaçu Paulista, Rancharia, Martinópolis e Regente Feijó.

Agentes e técnicos da Artesp já haviam identificado não conformidades nas fiscalizações rotineiras relacionadas a cercas danificadas na faixa de domínio, danificações no pavimento, limpeza e varredura da pista ou acostamento e problemas nas sinalizações vertical (placas de regulamentação ou indicativas).

A blitz desta semana foi feita com a finalidade de verificar se a concessionária havia providenciado os reparos dentro dos prazos contratuais, além de realizar novas constatações para que as fiscalizações rotineiras possam ser cada vez mais eficazes.

Segundo a Artesp, na “Blitz Olho Vivo”, foi identificado que a Cart executou reparos em 66 não conformidades, de um total de 95 apontadas em vistorias anteriores, dentro do prazo contratual.

Outras duas não conformidades de notificação imediata (a multa é aplicada sem que haja abertura de prazo para solução do problema) foram identificadas. Os 29 reparos não realizados somados às duas não conformidades de aplicação de penalidade imediata geraram a notificação para multa de R$ 892 mil.

Esses problemas referem-se a não realização de reparos em cercas da faixa de domínio, não realização de poda em área gramada da rodovia, pavimento danificado, não realização de limpeza e varredura da pista ou acostamento, entre outros.

De acordo com a Artesp, a fiscalização apontou ainda outras 55 novas não conformidades, referentes a buracos na pista, pavimento danificado, limpeza de pavimento e da faixa de domínio da rodovia e canaletas de drenagem obstruídas, entre outras, que podem gerar multa de R$ 1,63 milhão se não forem sanadas nos prazos previstos em contrato.

G1/Prudente
13:40:00

1 Comment

  1. Se a Artesp fizer essa fiscalização no trecho entre P.prudente e p. Epitácio vai faltar números pra anotar tanta irregularidade…..

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *