Anderson Silva perde por decisão unânime, mas é reverenciado

Israel Adesanya e Anderson Silva durante o UFC 234 no Rod Laver Arena.
Foto: Jasmin Frank-USA TODAY Sports / Reuters

Após dois anos afastado. No UFC 234, o brasileiro de 43 anos encarou o nigeriano Israel Adesanya em Melbourne, na Austrália, e foi derrotado por decisão unânime dos árbitros. O mundo do MMA foi surpreendido com a saída do campeão Robert Whittaker do UFC 234, horas antes do evento deste sábado (9). O lutador foi diagnosticado como uma hérnia no abdômen. Desta forma, a luta com Kelvin Gastelum caiu. Ronaldo Jacaré, que foi derrotado pelo norte-americano em 2018, pediu a revanche e mais: confronto valendo o cinturão interino dos médios no UFC Curitiba, que deverá acontecer no dia 11 de maio.

Terra
09:10:03

Toninho Moré
Toninho Moré, 60 anos. Jornalista, blogueiro, radialista, publicitário, fotógrafo, economista e escritor. Nascido em Presidente Venceslau. Editor da Revista Radar, produtor do Blog do Toninho, dono da Agência Moré Comunicação.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *