Américas eliminam tétano materno e neonatal

As Américas conseguiram eliminar o tétano materno e neonatal, que causava a morte de mais de 10 mil recém-nascidos por ano na região – AFP/Arquivos

As Américas conseguiram eliminar o tétano materno e neonatal, que causava a morte de mais de 10 mil recém-nascidos por ano na região, informou nesta quinta-feira a Organização Pan-americana da Saúde (OPS), pedindo aos países que mantenham a vacinação generalizada.

“Este ano se declarou a eliminação da doença no Haiti, o que permitiu alcançar a meta regional”, informou o organismo em um comunicado.

O tétano neonatal ocorre quando o recém-nascido se infecta com a bactéria C. tetani, frequentemente pela falta de esterilização ou no corte do cordão umbilical.

Para evitá-lo, além de seguir recomendações de higiene durante o parto e depois, as grávidas devem tomar a vacina antitetânica, cuja aplicação generalizada começou no continente americano nos anos 1970.

AFP
11:00:23

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *